JUSNASCIMENTO

A forma como nascemos importa

SERVIÇOS DE FORMAÇÃO JURÍDICA


A Obstetrícia é a especialidade médica com a maior taxa de litigância em Portugal. As grávidas, parturientes e puérperas têm direitos que grande parte da sociedade civil, profissionais de saúde e profissionais forenses desconhecem. 


A Violência Obstétrica é um fenómeno incompreendido por parte dos envolvidos no cenário de parto e pouco reconhecido em Portugal, apesar das condutas que a integram poderem originar responsabilidade civil, penal, laboral, deontológica e contraordenacional de profissionais de saúde e/ou instituições hospitalares.


Violência obstétrica não é negligência médica.
Violência obstétrica é violência de género.


É nossa convicção que os processos judiciais que envolvem práticas obstétricas têm tido um desadequado tratamento jurídico, o que conduz a uma sensação de impunidade e falta de eficiência no que respeita à atuação dos tribunais, ordens profissionais e entidades reguladoras.


A Jusnascimento surgiu com o propósito de fornecer formação jurídica de elevada qualidade sobre esta temática, na convicção de que os direitos das mulheres em contexto de gravidez e parto necessitam de um olhar jurídico profundo.


DIRIGIMOS OS NOSSOS SERVIÇOS DE FORMAÇÃO A:



PROFISSIONAIS DE SAÚDE


Formação dirigida a Enfermeiros, Médicos, outros profissionais de saúde e estudantes, com atuação ou interesse na área da saúde materna e obstétrica.



PROFISSIONAIS FORENSES 


Formação dirigida a advogados, magistrados, juristas ou estudantes de Direito que queiram aprofundar os seus conhecimentos nesta área do Direito da Medicina.


DOULAS


Formação dirigida a doulas com o propósito de as dotar de conhecimentos jurídicos imprescindíveis ao exercício da sua atividade junto das famílias.


SOCIEDADE CIVIL


Formação dirigida a mulheres, famílias e outras pessoas interessadas em aprofundar conhecimentos sobre direitos em contexto de assistência obstétrica.




ATIVISTAS E ENTIDADES 


Formação dirigida a ativistas, investigadores e entidades, públicas ou privadas, que atuem na prestação de cuidados ou na defesa dos direitos das mulheres.